Obras Publicadas

Memórias de um Petroleiro

Biografia, 2014
Luiz Pinho
29x21cm
240 páginas
Preço promocional: R$ 39,00 (preço normal: R$ 50,00)

 

 

Ao escrever o livro Memórias de um Petroleiro, o baiano Luiz Pinho nos conduz por uma viagem no tempo: parte da descoberta dos primeiros poços e dos primórdios da produção de petróleo na Bahia (na década de 1950); passa por sua evolução para outros estados do território brasileiro, se expandindo de terra para o mar e dentro deste, ― uma outra epopeia ―; e vivencia o desenvolvimento da indústria de petróleo e gás das águas rasas para as águas ultra-profundas dos dias de hoje.

Luiz Pinho não foi apenas testemunha da história da perfuração de petróleo no Brasil. Ele fez a história. Seu livro não contém apenas suas memórias, mas é também uma extensão da memória coletiva, conjurando todos aqueles que, de uma maneira ou de outra, participaram desse esforço (alguns até pagando com a própria vida, como ele conta no início.

Com mais de sessenta anos de atividades no setor, Luiz Pinho participou da criação da Petrobras, onde permaneceu por mais de 35 anos até aposentar-se, ingressando, posteriormente, na Odebrecht onde serviu por mais de quinze anos, até finalmente dedicar-se somente à Schahin, onde permanece até hoje.

As suas atividades na Petrobras, ele as descreve com uma memória e uma simplicidade que até assustam o leitor despercebido. São registradas com fidelidade rara: as atividades iniciais de perfuração no Recôncavo, os episódios algumas vezes trágicos, as passagens emocionantes e hilárias, trazendo consigo sempre o drama do dia-a-dia e a faina dos homens em busca daquela riqueza tão importante para qualquer país.

Na Odebrecht, conviveu com a geração de empresários que transformou uma empresa privada principiante no setor - no final dos anos 1970 - em um dos grupos mais atuantes na atividade de perfuração de petróleo no Brasil, atualmente.

Luiz Pinho é este retrato ímpar da longanimidade e eficiência em que se devem refletir as novas gerações de petroleiros. Devem conhecê-lo e se inteirar de suas trajetória e narrativa, para que possam ter a certeza de que é possível trabalhar sem se corromper, crescer sem se violentar e se relacionar sem se prostituir. Luiz não só pintou e bordou. Perfurou e escreveu! Não foi pouco!

Luzes

Poesia, 2014
Érico Braga Barbosa Lima
10x12,5cm
192 páginas
Preço promocional: R$ 19,00 (preço normal: R$ 29,00)

 

 

Poemas eróticos, lírico-amorosos, filosóficos e cotidianos divididos alegoricamente em seis capítulos cada um simulando ou se aproximando de um componente da iluminação do palco teatral ou elemento da composição dramatúrgica: Espectador, “Frontais”, “Luzes”, “Trilhas” (músicas), “Contras” e “Isto” – poema monólogo que fecha o livro.

Caminho de Cabras

Romance, 2011
Rogério Barbosa Lima
16x23cm
140 páginas
Preço promocional: R$ 19,00 (preço normal: R$ 28,00)

 

 

Trata-se de biografia ficcional de cunho impressionista, na qual um sessentão com securas de misantropia sustenta a ideia de que a vida não tem caminhos de volta. O narrador, com o respaldo de sua experiência pessoal, situa-se como personagem claustrofóbica que não consegue exercer sua função cotidiana de poder; não atina com a porta de saída da rotina na qual lida um tanto desastradamente com o semelhante.

Rato Ulbricht, o protagonista, órfão criado, no interior, por velhas tias que lhe incutiram um caráter hesitante, vê-se, aos onze anos, catapultado ao Rio de Janeiro, diretamente para o internato, onde conhece novas sensações e a causticidade de um mundo estranho, paradoxal, sempre presentes, porém, a ausência de diálogo e a certeza de que o 'outro' permanece figura experimentada à distância, situação que o levará a desenvolver um talento especial para a dissimulação e a autodefesa.

É o acervo que Ulbricht arrastará para o palco do grande teatro da cidade do Rio de Janeiro de 1950 a 2010, onde desfilarão, sucessivamente, diante dos olhos dos leitores, prostitutas amorosas, namoradas infiéis, parceiros de boemia e outros figurantes decisivos para o desenlace da história. Ao fundo, permanentemente, a reinvenção como instância inalcançável e cenários do Rio de Janeiro, estes, talvez, verdadeiros refúgio e companhia para o protagonista.

A lente cínica do narrador — ele mesmo protagonista de lances dúbios — se alterna, aqui e ali, com flagrantes de personagens que, à primeira vista, soem ser comuns, mas acabam por revelar, também, uma conduta excêntrica. Os núcleos narrativos se enovelam guardando dinâmica própria, mas sempre impulsionados pela veia crítica passional do narrador principal, que oscila entre os extremos de uma secura misantrópica e o pendor filosófico-moralista.

o homem que tudo leu

Ficcional/ensaístico 2009
Érico Braga Barbosa Lima
16x23cm
634 páginas
Preço promocional: R$ 19,00 (preço normal: R$ 39,00)

 

 

O Homem que tudo leu é um opulento volume ficcional/ensaístico de fácil e surpreendente leitura. Em suas quase setecentas páginas são delineadas, com pincel subjetivo e preciso, personagens leitoras tão singulares quanto Barbosa (aprendiz de acadêmico e... “quadradíssimo”) e Tobias Barreto de Menezes — figura histórica que já foi mote nos idos novecentistas, agora resgatado como escritor e gênio de sensibilidade intelectual e atualíssimo dado seu viés crítico ácido simultaneamente poético e objetivo. Tobias Barretto, mais do que muito lido (ou esclarecido), é o homem que não transige e “não negocia”.

Toda a trama é desenvolvida em dois capítulos. O primeiro trata da exposição dos perfis de leitores de Tobias através de uma narrativa informada pelos pressupostos da Sátira Menipeia, numa alegoria metacrítica. Toda a narrativa se dá no decurso de uma carraspana de dimensões rabelesianas, em um sórdido boteco, onde dialogam as personagens de um pedreiro e de um filósofo, de um doutorando e de um malandro, discutindo a leitura, a cultura, a educação e as relações entre homem e sociedade, sob a luz dos escritos “tobiáticos”.

O segundo é a representação virtual de um teatro impossível, onde são expostas, através de falas de personagens leitoras — criadas a partir de personalidades históricas e literárias como Sylvio Romero, Clovis Beviláqua, Gilberto Freyre, Leonel Franca, Gilberto Amado e Graça Aranha —, as características informadoras desse leitor singular. Todo o trabalho, apresentado como literatura do mais alto nível, é resultado de ampla pesquisa de fontes crítico-bibliográficas e biográficas e em longa pesquisa de campo, agrupando sob um mesmo teto as entrevistas, as fontes primárias de pesquisa (raridades ou material de difícil acesso), assim como o material ensaístico, artístico ou crítico-literário que foi desenvolvido no processo do trabalho e a partir do envolvimento do autor.

É de se assinalar que o texto original foi aprovado — no formato híbrido de ficção e ensaio — em banca de doutorado, com as louvações cabíveis e recomendada para publicação; indicação que finalmente se realiza de forma mais que concreta e se desdobra em opção irresistível para o público em geral.

estilhaços de babel 2

Poesia, 2006
Érico Braga Barbosa Lima
16x23cm
240 páginas
Preço promocional: R$ 19,00 (preço normal: R$ 30,00)

 

 

12.000 versos escritos sobre papel toalha, refletindo e ironizando a contemporaneidade de forma lírica / chã, filosófica / sarcástica, melódica / prosaica - em babel temática e estilística.

Novíssima Gramática do Velho Português - pelo método estúrdio, mas proficiente de RBL

Rogério Barbosa Lima
16x23cm
350 páginas
Esgotado

 

 

O autor deste livro buscou inspiração na verve satírica de José M. Madeira de Freitas, que, com o pseudônimo de Mendes Fradique, publicou, em 1928, uma Grammatica portugueza pelo methodo confuso, obra lamentavelmente esquecida pela posteridade.

Com isso, a par dos aspectos essencialmente culturais e estéticos, cumpre a missão socioeducativa de transmitir informações valiosas, de maneira fácil e lúdica, bem ao estilo dos dizeres que se liam na capa dos almanaques publicados àquela época:
“Diverte, educa e instrui”.

Lucho Apoelo

Crônicas - Esoterismo, 2007
Rogério Barbosa Lima
16x23cm
211 páginas
Preço promocional: R$ 19,00 (preço normal: R$ 34,00)

Este livro também encontra-se disponível na versão eBook, no site da Amazon. Clique aqui para acessar.

 

 

Os Dois Prados consolida e ratifica o legado de Lucho Apoelo, coligindo anotações, contos, lendas e aforismos — expostos de forma cativante e apaixonada —, valiosos ensinamentos que confortam a alma do leitor com as luzes do saber e do conhecimento, descerrando mansamente as portas que abrigam os segredos do coração humano.

A segunda edição deste livro sacramenta um balizamento histórico do qual se ressentia, há muito, a arqueologia de nosso saber holístico.

estilhaços de babel

Poesia, 2006
Érico Braga Barbosa Lima
16x23cm
129 páginas
Preço promocional: R$ 19,00 (preço normal: R$ 27,00)

 

 

"... Nessa perspectiva de revelação do humano, objeto primordial de toda a escrita, é que funda seus alicerces esta nova obra de Érico Braga, de sexualidades desbragadas, de furores viris, de escavação de poros objetivados em desejo profano, com humores e odores de thanatos, a encontrar, quem sabe, fazer encontrar, toda a força e a beleza da atividade erótica, e o quanto ainda nos custa, por humanos, demasiadamente humanos, vivê-las plenamente.

Apenas mais uma advertência, prezado leitor, prezada leitora: leve este livro para casa como se estivesse conduzindo objeto ilícito, e cuide para que sua leitura seja feita na mesma solidão dos meninos de uma geração que se esbaldava com os quadrinhs de Carlos Zéfiro — às escondidas, e com muito vigor cívico. Pois, no país das sacanagens, só há lugar para os sacanas..."

Paulo Bauler

tempo desejo

Poesia, 2006
Carlos Costa
12x18cm
98 páginas
Esgotado

 

 

"Tempo Desejo distancia-se do que costumamos ler de poesia nesses tempos niilistas. Um livro onde, à flor da pele, a sensualidade rasga corpos e se inscreve em versos lúdicos, como nos bons jogos de amor.

Carlos Costa, poeta erótico ou não, poeta substantivo, certamente, com seus olhares em direção à realidade, flechando as tensões humanas existentes na palavra e nos conflitos diários, independentemente das linhagens clássica, transgressora, pós-moderna, pós-pós-moderna, ou seja lá o que tudo isso signifique, faz literatura. E das melhores. A isso se chama talento."

Tanussi Cardoso

QUEM MAIS FALA DO(S) LIVRO(S)?!...

Entrevistas, 2006
Érico Braga Barbosa Lima
14x21cm
214 páginas
Esgotado

 

 

Lançado em junho de 2006, trata-se de uma coletânea de entrevistas feitas por Érico Braga Barbosa Lima com personalidades ligadas à área editorial, autores e professores, versando sobre a situação contemporânea do livro. As entrevistas foram feitas durante os anos de 2005 e 2006 com o psicólogo, professor e músico Carlos Mário Alvarez, o filósofo Jack Monnervile, o gerente de marketing Eduardo Caetano, o escritor e romancista Juva Batella, a editora e professora Marília Barcellos e o escritor e editor Rogério Barbosa Lima. Inicialmente com o intuito de apresentá-los como textos de apoio para o curso de pós-graduação A produção do Livro, e especificamente para a disciplina O mercado editorial do ponto de vista do autor, o material extrapolou em muito o cadinho a que era destinado, forçando sua publicação e necessária divulgação. Para o próximo ano estará sendo levado a cabo o projeto “Quem mais fala dos livros?!... II”, mantendo-se fiel ao escopo inicial de se dar voz àqueles à margem dos processos editoriais e jornalísticos e, portanto, dotados de maior liberdade expressão e não limitados pelo comprometimento coercitivo do meio editorial e publicitário.

O ANTIGO LEBLON – UMA ALDEIA ENCANTADA

Crônicas, 1999 - 2010
Rogério Barbosa Lima
24,5x23cm
138 páginas
Preço promocional: R$ 29,00 (preço normal: R$ 48,00)

 

 

Leitura memorialística e impressionista. O cenário é o Leblon das décadas de quarenta e cinqüenta. Como protagonistas, os nativos do bairro, a gente singela que compartilhava a ventura de habitar uma aldeia encantada, um cantinho amorável não conspurcado, ainda, pelo predador arrivista.
O correto tratamento literário utilizado pelo autor e o feitio de crônica evitaram que o tema abordado se tornasse refém do habitual registro cartográfico disfarçado com roupagem jornalística.
Trata-se de obra que já vendeu 7.000 exemplares.

O OLHAR MATREIRO DO SERAFIM - 2ª edição

Contos, 2002 – 2005
Rogério Barbosa Lima
16x23cm
151 páginas
Preço promocional: R$ 19,00 (preço normal: R$ 24,00)

 

 

Obra selecionada por uma comissão de três membros da Academia Brasileira de Letras como vencedora do concurso ´Novos Talentos`, certame patrocinado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, e que mereceu generosa orelha do acadêmico Antonio Olinto.
Narrativas com temas variados que expôem ao leitor um vasto painel, em que o autor desenha a alma brasileira, tão sensível e apta a criações súbitas, tão rica em contrastes, servindo-se de uma picardia irretocavelmente coerente com o ceticismo que professa.

PAULO FORTES – UM BRASILEIRO NA ÓPERA

Romance biográfico, 2004
Rogério Barbosa Lima
16x23cm
296 páginas
Preço promocional: R$ 19,00 (preço normal: R$ 35,00)

 

 

“Um barítono que interpreta ópera?
 Um seresteiro que canta seresta?
 Um saltimbanco amável
 de extraordinária verve cômica?

Muito mais: um bruxo-mor capaz de manter enfeitiçados os mais lépidos duendes, um baráteno — um barítono que é um barato — dotado de mágica musicalidade e o inexcedível traquejo de um lobo do palco, internacionalmente festejado.

Minuciosa pesquisa e depoimentos de nomes ilustres da cena cultural brasileira concorrem para que o autor esmiúce a trajetória operística (integralmente documentada) de nosso mais expressivo representante do bel canto e revele o cotidiano e os trejeitos ocultos que informam a crônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro."

KAMA ANTROPOFÁJIKA

Romance-poesia, 2004
Paulo Bauler
16x23cm
248 páginas
Preço promocional: R$ 19,00 (preço normal: R$ 25,00)

 

 

Romance pós-moderno, vazado em forma de poemas e fragmentos líricos que expressam pensamentos e vivências das diversas personagens que habitam o mundo urbano contemporâneo, tratadas com ironia sutil, fino trato psicológico e, por vezes, com um realismo propositadamente incômodo. Anexo ao livro, um CD de músicas elaboradas a partir de (e para) os poemas e da sugestão teórica do livro (a poética da pós-modernidade), pelos violões e pelas vozes do maestro Reynaldo Vargas e dos compositores Ricardo Barroso (neto de Ary Barroso) e Érico Braga Barbosa Lima.

"... Este romance das liras intestinas, absurdamente musical e prosaico, enigma e evidência, é, além de tudo isso e desde sempre, para você, poeta, para você, homem, para você, leitor. Creia, é uma história de que se pode dizer: “Foi feita para mim”. Ao lê-la, na companhia de um café com leite e um pão com manteiga, numa esquina não trivial do meu bairro (como todas são), flagrei-me rindo sozinho, nas passagens mais estranhas ou simples, nas identificações mais insuspeitas — por causa de uma personagem, uma verdade, uma emoção compartilhada. E quis ver o que era aquele riso, que me fazia vulgar (ou talvez louco) à vista dos homens, e para ver o que era estaquei na prudência dos silêncios meditativos: é comum na leitura de boa poesia quedar-se em um momento perplexo, em outro acidente de verso, absorto, e em um terceiro instante, talvez, finalmente emotivo. Mas é definitivamente transordinário que o poeta desperte de forma translúcida o riso (perplexo, comovido, esclarecido) — felicidade de se dar de cara limpa com a verdade, sem atavios e compromissos. “Ah! esse caluniador, desmistificador, esse debochado...”, ri-se o espírito, afrouxando a sisudez artificial das iluminações compungidas, no vaudeville das reflexões mais íntimas.

Pois ali, em minha leitura de esquina, tão mais verdadeira do que a de qualquer encruzilhada das cátedras, era de ver o movimento involuntário e catártico de nossa perplexidade em comunhão, cumplicidade intelectual e de história rediviva. Riso salvador da pátria, da alma, ofertava-me compreensão, sentido e significação máxima, sem alarido... em emoção e poesia.

E isso, amigo, ainda nem era o verso..."

Érico Braga Barbosa Lima

SEM CAMINHOS DE VOLTA

Crônicas, 2000
Rogério Barbosa Lima
14x21cm
164 páginas
Esgotado

 

 

Crônicas de temas variados: apanhados de vagos estados de alma; anotações psicológicas e avaliações a respeito de tópicos controversos; críticas ao comportamento voraz e indecoroso dos mentores e mandatários do ideário globalizante; esquetes humorísticos e amenidades vistos por um prisma eminentemente lúdico.

MINHA GENTE SAIU À RUA

Crônicas, 1998
Rogério Barbosa Lima
14x21cm
164 páginas
Esgotado

 

 

Coletânea de escritos em que o autor explora, com senso de humor e inventiva, o pitoresco e o poético do dia-a-dia, mostrando o comovente e variado repertório de posturas e sensações que sustentam a engenharia familiar e compõem a sinfonia do cotidiano da maioria do povo brasileiro.

O VELHO E O BAR

Crônicas, 1996
Rogério Barbosa Lima
14x21cm
118 páginas
Esgotado

 

 

Histórias captadas no cotidiano dos botequins e esquinas, com o olhar lúdico que se deve emprestar às narrativas de amenidades.